...

Temos, pois, confiança e preferimos estar ausentes do corpo e habitar com o Senhor. Por isso, temos o propósito de lhe agradar, quer estejamos no corpo, quer o deixemos (2 Coríntios 5:8-9)





A Morte Não É o Fim



O que acontece quando um cristão morre? A resposta simples é: vai imediatamente para o céu. Não há escalas. Não há pausa. Não há alma adormecida. Não, um cristão vai direto para a presença de Deus. O apóstolo Paulo escreveu que estar ausente do corpo é habitar com o Senhor (ver 2 Coríntios 5:8). Isso fica claro nas Escrituras.

Aqueles que colocaram a sua fé em Cristo irão para o céu um dia. Existem duas maneiras básicas de chegarmos lá: através da morte ou do arrebatamento. Não sabemos se somos a geração que será arrebatada para o Céu no Arrebatamento, o que Apocalipse 20 chama de primeira ressurreição: "Felizes e santos os que participam da primeira ressurreição! A segunda morte não tem poder sobre eles [...]" (verso 6).

Referindo-se a esse evento, Paulo escreveu: "Pois é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal, se revista de imortalidade. Quando, porém, o que é corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal, de imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: 'A morte foi destruída pela vitória'." (1 Coríntios 15: 53–54).

Isso significa que o crente não precisa temer a morte. Isso significa que um cristão nunca morre. A sua alma continua a viver. Ela nunca vai morrer.

Claro, quando perdemos um ente querido, sofremos como qualquer outra pessoa. Mas não nos afligimos como aqueles que não têm esperança. Sabemos onde estão os nossos entes queridos cristãos que foram antes de nós para o céu. Em um sentido técnico, ninguém está perdido se você souber onde ele está. Sabemos que estaremos novamente com os nossos entes queridos em Cristo. A morte não é o fim.

0 coment�rios: